quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Movimentar a Criatividade Parada






Todos nós somos propensos a ser criativos nas mais diversas coisas que nos propusermos ou precisemos fazer. Alguns mais, outros menos mas ninguém é isento de criatividade e alguns descobrem o potencial criativo de maneira inusitada ou em caso de necessidade. Há também quem obtém o potencial criativo através de esforço e dedicação.

A criatividade é uma constante em nossas vidas e deve sempre ser valorizada e aperfeiçoada. Isso é fato, principalmente em áreas mais voltadas para o lado artístico, muito embora isso não seja uma exclusividade dela. 

Mas acontece que, em épocas de nossas vidas, parece que a nossa criatividade sofre uma baixa e ficamos atados, não conseguindo produzir e fazer nada ou muito pouco. E com isso vem uma frustração e uma sensação de impotência e de se estar "perdendo tempo".
Eu passo constantemente por isso e tenho certeza de que não sou a única. Inclusive de uns tempos para cá estou passando por um certo déficit criativo em diversos projetos meus e isso tem me deixado bem irritada e frustrada.

Já tentei de tudo para resgatar a criatividade perdida mas está dificil. Pode ser uma época, inferno astral, correria do dia á dia, stress, prioridades foco em outras coisas ou de repente, um pouco disso tudo.





Eu já trabalho em uma área mais artística e tenho como hobby mais atividades voltadas a esse foco (como cosplay, escrita, eventos, pesquisa e etc) então quando acontece uma pequena queda no âmbito criativco eu já começo a me desesperar. E tento produzir algo de qualquer forma, normalmente pulando de arte em arte mas tentando não evitar ficar parada. Porque é fato, que, quanto mais tempo ficamos parados por conta de preguiça e procrastinação, mais vamos ficando ociosos.

Só que quando surge aquele bloqueio criativo o que deve ser feito? Bom, se o bloqueio criativo ocorre no ambiente de trabalho em que você tenha dead line e prazo de entrega, não pode permitir que esse bloqueio permaneça por mais do que algumas poucas horas., Afinal, estamos falando de emprego e dinheiro. 

Mas foquemos então no caso de bloqueio criativo que não esteja relacionado com trabalho (ou mesmo que ainda seja um trabalho, não é a principal fonte de renda) e sim com um hobby (que pode ou não gerar lucros futuramente). 





Por mais criativos que possamos ser, em um ou outro momento iremos sofrer bloqueios criativos, Até porque somos seres vivos e não máquinas. Quando o bloqueio criativo surgir é preciso manter a calma e reavaliar tudo o que já se tem até então.  Escreva quando tiver inspirado: se não estiver, não importa o quanto escreva ou tente produzir, só perderá tempo e não conseguirá aproveitar nada.
Mas é importante não se acomodar e abandonar determinado projeto. 

Precisamos manter o foco: embora a ideia não esteja surgindo, é possível é pesquisar coisas relacionadas aquilo que você precisa fazer. Essa pesquisa vai te ajudar não apenas a encontrar novas ideias para o seu projeto e formas de concluí-lo mas também irá lhe agregar conhecimento ( e conhecimento, convenhamos, nunca é demais).

Outro detalhe é estipularmos um determinado prazo para a conclusão de determinadas coisas: fazer aquilo até o dia tal, escrever aquilo até o dia total, ter um número X de dias ou semanas para concluir determinada coisa e etc. Acreditem, isso ajuda muito a preguiça não dominar e também mantermos uma disciplina sobre nós mesmos, criando um hábito de responsabilidade pessoal e foco para nossas coisas.




Anote tudo o que você precisa fazer. Seja no papel ou celular, anote. Isso é muito importante para que você não esqueça o que precisa fazer e também para que você se lembre sempre que precisa fazer determinada coisa. Temos tendência a esquecer fácil das coisas sendo dominados pela procrastinação.


 Ah, a procrastinação...eu já falei sobre isso em um outro artigo do blog: https://tsukeehl.blogspot.com.br/2016/02/a-nossa-procrastinacao-diaria.html de modo que não vou falar sobre ela aqui, mas recomendo que vejam o artigo para entender do que se trata e como isso é tão presente na criatividade. Porque a procrastinação sempre vai rondar nossos trabalho e nossa criatividade e, embora em alguns momentos o ócio seja importante, não podemos deixar quer ele domine mais do que o necessário.


Esse trecho da palestra do historiador e filósofo  Leandro Karnal é bem interessante e ele aborda diversos pontos relacionados á criatividade, inclusive enumerando pontos em que você pode usar como ideias e formas para estimular sua própria criatividade.




Por fim, acho válido dizer que, embora seja importante mantermos a mente sempre trabalhando é necessário também dar um descanso á ela.  Não exija demais de si mesmo, não entre em um esgotamento constante e muito menos queira abraçar o mundo e tentar fazer tudo. Porque não adianta tentar fazer várias coisas ao mesmo tempo pois elas ficarão todas inacabadas e sua seu sentimento de frustração só tenderá a crescer.  É importante darmos um descanso para nós mesmos, apreciarmos determinadas coisas sem pensar no que precisamos fazer ou tentar produzir no tmepo livre que podemos aproveitar para também relaxar e descansar um pouco.

Saiba se programar, saiba se disciplinar, saiba criar e saiba descansar. Dosando tudo isso na quantidade certa, você conseguirá ir atingindo os seus objetivos.


~*~






Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário