terça-feira, 23 de maio de 2017

Top 10 Canções Disney!





Dessa vez decidi fazer uma coisa diferente no blog: uma lista de TOP 10! (oh, não diga! Pelo título nem daria pra saber =p) selecionando algumas músicas dos clássicos Disney que eu mais gosto. Deixo claro desde já que as escolhidas e a posição delas no ranking é de uma preferência única e exclusivamente minha com base principalmente na letra destas músicas. A melodia também conta pois algumas até hoje me arrepiam.
Escolher 10 músicas não foi fácil pois existe tantas que gosto e que acho marcantes. Inseri ao final do post uma menção honrosa: uma das minhas músicas mais amadas da Disney, que também considero a mais profunda do estúdio e que pertence ao melhor vilão Disney.
Não comentei muito sobre cada música caso contrário a postagem ficaria enorme, me limitando apenas a um comentário em cada.. Mas convido você a assistir e tirar suas próprias conclusões e podermos debater sobre.



10) Tales Old the Time (Beauty and the Beast)



Mais do que a animação e a letra, eu gosto mesmo é da melodia dessa música. Muito mágica encantadora. Por isso que quase sempre ouço ela apenas na versão instrumental. Aliás, a trilha sonora dessa animação na versão instrumental é sublime. Destaque para a introdução no piano logo na primeira cena.



09) Why Should I Worry (Oliver and the Company)




Sempre gostei dessa música acho que eu já previa inconscientemente que iria relacionar ela com minha época de rolês, de curtir a vida e não ficar colocando metas no futuro porque "tudo aquilo que eu quero, sei que a vida vai me dar". E a música ainda tem um ritmo bacana e bem no estilo bom vivant urbano.


08) Let It Go ( Frozen)




Embora seja uma música popular e que muitos estejam enjoados de ouvir, é inegável que é uma das melhores músicas da Disney. Principalmente pelo tema de libertação, de se livrar de coisas que faziam mal, de perder o medo e ser quem se quer ser. O "Livre Estou" serve tanto para se assumir, para se livrar de um relacionamento, para iniciar uma  nova vida, etc.



07)  A Whole New World (Aladdin)



Entre as músicas românticas das animações essa é perfeita por não ser melosa e não focar inteiramente nos sentimentos. Ela incentiva a admirar o mundo, tudo que há de belo nele e que muitas vezes deixamos de ver ou desconhecemos. E quando o vemos e conhecemos, passamos a ver tudo sob um novo prisma e nos tornar mais felizes.



06)  I'l Make a Man Out of You (Mulan)




Mulan é uma das melhores obras já produzidas pela Disney, além de tem das melhores cenas de batalha (como não se arrepiar com o exército huno descendo a montanha gritando?). Com suas história profunda e cenas repletas de aprendizado e simbolismo, essa  música em especial, mais do que a letra, possui uma melodia e uma sequência de cenas fantásticas



05) Part of Your World (The Little Mermaid)




Impossível não se encantar com a canção de Ariel na voz de Jodi Benson. A música possui um sentimento cativante e profundo sobre desejo e liberdade. E até na versão instrumental essa música fica na memória. E há também a pergunta de Ariel antes de cantar: "Não consigo acreditar que um mundo que faça coisas tão belas, pode ser tão mal."




04) The Bells of Notre Dame (The Hunchback of Notre Dame)




Toda a trilha sonora de Corcunda de Notre Dame é incrível. Mas essa primeira canção me arrepia até hoje. Porque ela não é apenas uma música; é uma música que conta uma história e ainda possui uma sequência de cenas formidável.Possui canto gregoriano e sinos, o que por si só agrega status e tem uma das perguntas mais emblemáticas da e reflexivas da animação "Quem é o monstro e o homem quem é?"



03) Colors of the Wind (Pocahontas)




Essa é especial. Sem dúvida uma das melhores letras já presentes em animações Disney. Colors of Wind fala da natureza de uma forma sincera, mágica e reflexiva. A sequência de imagens que a acompanham é belíssima e nos faz pensar sobre a proteção e respeito á natureza. A cena em que as águas voam até o topo de uma gigantesca árvore é única.



02) You'll Be in My Heart (Tarzan)




Tarzan possui uma trilha sonora maravilhosa, mas o apelo emocional dessa música é único. Talvez uma das músicas sobre Amor mais bonitas que já ouvi, pois ela ilustra todos os tipos de amor.. E ela é ainda mais especial por ilustrar a cena do amor entre Tarzan e sua mãe gorila Kala. Tem a voz de Phill Collins e sempre toca aquele ponto sensível do nosso coração.



01) Circle of Life (The Lion King)




Essa música é incomparável e sempre unânime em todas as listas. Rei Leão é o desenho mais aclamado da Disney e possui também uma das sequências de início mais incríveis da história do cinema. Circle of Life encanta, reflete e ainda tem o talento de Elton John. Não importa quantos anos passem, a cena do sol nascendo e aquele refrão inconfundível sempre vai arrepiar (eu ouvi isso ni cinema na época que lançou)




Menção Honrosa:
Hellfire (The Hunchback of Notre Dame)



É impossível para mim deixar essa canção fora da lista. Simplesmente a minha canção Disney preferida porque ela é a mais profunda, sombria e ousada que o estúdio já produziu. Claude Frollo é o melhor vilão da Disney e Hellfire é uma música tão intensa, que normalmente só entendemos o seu real significado quando adultos. A Disney merece palmas por ter mantido a essência original do personagem de Victor Hugo. Algo ousado e até polêmico mas a sequência de cenas, a voz e o desejo pecador que ela carrega é sensacional.




O que acharam? Concordam? Discordam? Quais são suas canções preferidas da Disney? Façam uma lista também!


~*~



quinta-feira, 11 de maio de 2017

Cosplay - HIT-GIRL - Kick-Ass





Aqui, postarei as fotos do meu cosplay e também comentários que eu ache interessante registrar. Seja sobre o personagem, sobre como consegui meu cosplay, o retorno que me trouxe e o que mais eu considerar relevante.



O Personagem na Obra:

Hit-Girl é uma das mais emblemáticas personagens femininas dos quadrinhos. Criada por John Rommita e Mark Millar para a obra Kick-Ass, a personagem revelou um potencial tão grande que roubou a cena (tanto nos quadrinhos quanto nos filmes) chegando a ganhar histórias-solo.
No começo, ela é uma criança treinada pelo pai nos mais variados estilos de luta e também aprende a manejar diversos tipos de armas (sejam lâminas, facas, revólveres, etc). Com apenas 10 anos ela já é uma verdadeira máquina de matar e que sabe como dar uma lição em tudo que é tipo de criminoso. Dotada de carisma e personalidade única, Mindy McCardy (seu nome real) é condicionada pelo pai a se tornar uma heroína que luta por justiça.

 É incrível vermos nas obras uma garotinha como ela. Mindy fala palavrão, não  tem medo de partir para a violência, é inteligente e ela não pensa duas vezes antes de matar seus inimigos. Consegue lutar no corpo á corpo com homens muito maiores do que ela e ainda consegue ser super fofa (e tem uma moto bem estilosa). É a filha que todo pai gostaria de ter.
No cinema, Hit-Girl foi interpretada de forma incrível por Chloé Grace Moretz e a versão dos filmes difere fisicamente dos quadrinhos. Entretanto, acho a versão do filme muito mais legal na questão visual. 




   A Hit-Girl foi uma personagem que eu gostei no momento em que vi a primeira imagem dela. Foi em uma matéria de revista que falava sobre o primeiro filme de Kick-Ass, o qual já estava sendo super bem recebido pela crítica. Ao ler a matéria e conhecer a personagem Hit-Girl, eu decidi que precisava ver o filme o quanto antes. E quando eu assisti, além de ter adorado a história, já havia virado fã dessa garota. Principalmente na cena do corredor em que ela toca o terror nos criminosos ao som de Bad Reputation.

  Assim, fazer o cosplay dela já era algo que eu mantive em mente e comecei a planejar tudo o que eu iria precisar. Não demorou para eu ter acesso aos quadrinhos de Kick-Ass e embora tenha gostado muito da personagem nele, optei pela versão do filme que esteticamente me agradou mais (e eu fiquei fã da Chloé Moretz depois da atuação dela a partir desse filme, que foi também o filme que alavancou a carreira dela).




Esse foi um dos primeiros cosplays que acabei fazendo e ao longo dos anos, fui aos poucos aperfeiçoando ele até que consegui deixá-lo do jeito que eu queria. Incorporar a Hit-Girl não foi difícil porque quanto mais gostamos do personagem, melhor absorvermos ele. Mas claro que no começo eu era cosplayer iniciante então tive um maior trabalho. Inclusive por eu na época que comecei a fazê-la não saber confeccionar acessórios, acabei mantendo o cosplay parado durante muitos anos enquanto fazia outros. Por um lado isso foi bom porque quando decidi que precisava usá-la novamente eu já tinha habilidade para confeccionar acessório e uma destreza melhor para posar diante das câmeras.
  Então posso dizer que esse cosplay ilustra uma notável evolução minha em termos de cosplay até porque é um cosplay antigo que eu fui aperfeiçoando até agora.




A Hit-Girl também foi o cosplay que me impulsionou a começar eu mesma tentar fazer alguns acessórios cosplay. O projeto estava parado há anos porque ue não conseguia obter o cinto característico da personagem. Até que chegou um momento que decidi colocar a mão na massa. Pesquisei materiais, vi alguns modelos e comecei a tentar fazer aleatoriamente. Foi meu primeiro contato com o EVA que logo se provou como um dos materiais que mais gosto de mexer.

E embora olhando agora eu ache o cinto simples e fácil de fazer na primeira vez ele me deu trabalho mas fiquei muito feliz quando vi o resultado. Assim, resolvi avançar e fiz a lança dela, pois até então só havia usado o cosplay com as armas mas a ideia da lança permanecia.
 Fiz então a lança utilizando um cabo de vassoura, papelão e EVA (para as lâminas). Posteriormente utilizei cano de PVC para permitir que eu conseguisse desenroscar  e transformar a lança dela em suas lanças menores, exatamente igual aos filmes/quadrinhos.




A Hit-Girl também foi o cosplay que me deu o meu segundo prêmio como cospalyer em concurso. Eu realmente fiquei muito surpresa por ter ganho porque realmente não esperava . Mas foi bem legal e compensou todo o esforço que tive fazendo os acessórios. E uma coisa que aprendi é que no concurso, na categoria desfile é sempre bom você permanecer o tempo todo interpretando o personagem no palco até mesmo quando vai mudar de uma pose para outra. Assim quanto mais você gostar do personagem que está cosplayando, mais fácil será para fazer isso e garantir mais pontos.

Depois disso eu fiquei ainda mais motivada em me dedicar a fazer diversos acessórios para outros cosplays meus e fui vendo que conseguia fazer coisas que eu não pensava XD. E também mantive em mente que eu precisava realizar um photoshoot temático desse cosplay o quanto antes.




A oportunidade de finalmente fazer o ensaio surgiu através do FOTOPLAY, um projeto super bacana de oferecer photoshoot profissional com preço acessível, sem favoristismos e em cenários fantásticos. É um tipo de mini-evento unicamente para ensaio cosplay, com um número limitado de participantes, o que permite que os fotógrafos possam se dedicar exclusivamente ao trabalho de realizar fotos magníficas que são entregues dias após o evento. E o bom do FOTOPLAY é que os cosplayers se divertem, cansam menos, fazem novas amizades e ainda garantem fotos maravilhosas de seus cosplays. Sério vale cada centavo! Em breve farei uma sessão aqui no blog dedicada ao FotoPlay porque realizar photoshoot profissional é algo que todo cosplayer deveria fazer e depois que você faz, perceba o quanto é recompensador.

Eu participei da edição mais atual do FotoPlay e simplesmente amei o resultado. O cenário, a edição, o clima divertido e companheiro, tudo contribuiu para ser algo incrível e é cada foto fantástica não apenas minha, mas de todos os cosplayers participantes! A maior parte das fotos desse post é desse ensaio, realizado por dois excelentes fotógrafos.




A Hit-Girl é um cosplay fácil de fazer e as vezes que usei em eventos, ele foi bem recebido e reconhecido. É uma roupa prática (embora a máscara sempre incomode um pouco) e o legal é que tem capa então se você estiver em um local com vento ela fica esvoaçante e divando muito. E também é o tipo de cosplay cujas algumas partes do vestuário você pode utilizar tanto para outros cosplays quanto para o rolê.
Outra vantagem desse cosplay é com relação a maquiagem; graças á máscara não exige uma maquiagem muito elaborada, o básico já dá conta do recado até porque a Hit-Girl é uma garota não muito adepta a maquiagem

Uma dica legal é: quando for fazer o cinto dela, opte por bolsos utilizáveis; fiz isso no meu e ajudou muito pois em cada um pude colocar o celular, dinheiro, batom, etc XD. Porque se tem uma coisa que é complicado em cosplay é quando você não tem, na roupa, onde guardar seus pertences. Se puder ter algo que facilite você colocar os pertences para não ter risco de perder, faça isso!





Evolução do Cosplay: 
esse dá pra notar uma evolução boa no cosplay, peincipalmente no cinto




Enfim, o cosplay da Hit-Girl é um cosplay pelo qual tenho muito carinho, que gostei do resultado obtido e que pretendo utilizar mais vezes quando surgir a oportunidade. Seria legal conseguir uma dupla ou mesmo grupinho mas os demais personagens de Kick-Ass possuem umas roupas mais complexas. XD

Enfim, o cosplay da Hit-Girl é um cosplay pelo qual tenho muito carinho, que gostei do resultado obtido e que pretendo utilizar mais vezes quando surgir a oportunidade. Seria legal conseguir uma dupla ou mesmo grupinho mas os demais personagens de Kick-Ass possuem umas roupas mais complexas. XD




Para quem não conhece a obra, super recomendo os filmes antes dos quadrinhos. São muito bons ainda que sejam diferentes dos quadrinhos em diversos pontos. As cenas de ação ficaram ótimas e as atuações excelentes. E tenho certeza que assim como eu, você irá adorar a Hit-Girl.




Fotos por:

Doulgas Marcos Alberto (IntenseBeauty)
Roger Willian
Jefferson Girotti
Allan Betelli




~*~






segunda-feira, 24 de abril de 2017

Vamos Falar Sobre Photoshoot Cosplay!




Uma prática que cada vez mais tem ganhado espaço é o photoshoot cosplay.
Os cosplayers estão começando a perceber o quanto bacana, divertido e principalmente, recompensador, fazer um ensaio fotográfico profissional de seus cosplays.
Foi-se o tempo que cosplay era só para eventos, onde depois você tinhas que ficar caçando as fotos em grupos ou tendo que contar com as fotos de câmera digital/celular ou mesmo receber aquelas fotos de evento cheia de propaganda e gente aleatória atrás. Agora é possível você ter um registro belíssimo dos seus cosplays em cenários incríveis, com efeitos e qualidades profissionais e o melhor...com preços bem acessíveis.

Ainda existe muitos cosplayers que rejeitam a prática do photoshoot e até mesmo criticam os cosplayers que optam por eles do que eventos. Eles tentam criar argumentos torpes e infundamentados, baseados em uma simples opinião pessoal. Curiosamente eles são (em sua maioria) os mesmos que ficam criticando os fotógrafos quando não encontram fotos boas de si mesmos nos eventos.
Há ainda muitos cosplayers que por não pesquisarem, acreditam que o preço de ensaios é muito alto ou mesmo por conta de timidez de se sentirem relaxados diante de uma câmera que foque unicamente neles. Ou aqueles que acham que fotografar não é algo trabalhoso e não valorizam o profissional. Não é fácil você saber fotografar, carregar equipamento e editar as fotos. Fotógrafo é uma profissão e como tal tem seus custos. Quando você contrata um fotógrafo saiba que ele se dedica ao máximo para entregar um trabalho de qualidade.





O fato de você preferir um photoshoot, não significa que você não deva mais ir em eventos, ou que eventos tenham perdido a qualidade. Cada um tem seus motivos, seja para preferir ensaio, seja para preferir evento. Isso varia por conta da experiência pessoal que cada pessoa tem em ambas coisas, bem como a disposição e principalmente, o retorno que seja mais válido para ela. Se a pessoa prefere ir ao evento porque sua recompensa pessoal é maior (reconhecimento, comentários, etc), a pessoa que prefere o ensaio profissional também tem os seus motivos (seja satisfação pessoal, cansaço de eventos, custos).

Posar para uma câmera profissional em um photoshoot é a mesma coisa de posar para uma câmera (profissional ou não) em evento. Com a diferença que o photoshoot você tem mais liberdade e tempo para fazer as poses, o fotógrafo pode capturar os melhores ângulos e auxiliar para se obter as melhores poses. Você também pode levar imagens de referência do personagem para facilitar na hora de posar. No começo é normal que tenhamos um pouco de dificuldade mas logo você se acostuma e fica muito mais relaxado para posar.




Quem faz photoshoot SABE que  vale á pena. E por isso mesmo continua fazendo e alguns começam a preferir eles á eventos. Principalmente porque cansa menos e traz um retorno melhor na qualidade das fotos.
E se engana quem acha que um photoshoot não é divertido. Um ensaio em grupo, dupla ou mesmo um ensaio tendo a presença dos amigos (ás vezes até bancando os staffs) é muito divertido. E você ainda tem a certeza de que receberá fotos lindas (e para quem gosta de divulgação, são excelentes para se postar em sites como WorldCosplay, Flickr, Deviantart ou mesmo em páginas do Facebook).

Quanto aos custos, basta pesquisar e ver qual fotógrafo tem o preço mais acessível para o tipo de ensaio que você deseja fazer. Até porque cada fotógrafo tem o seu próprio estilo que pode combinar mais com personagem X ou Y.


Tempos atrás fiz um vídeo no qual comento minha opinião pessoal acerca de photoshoots e os motivos que me fizeram preferir eles á maioria dos eventos. Para quem quiser dar uma olhada: 




Eu agradeço imensamente aos profissionais incríveis que conheci e com quem tive o prazer de realizar photoshoots (alguns mais de uma  vez). Alguns se tornaram amigos e ainda há excelentes profissionais que espero ter o prazer de poder realizar um ensaio. Vocês são incríveis! Nunca parem de fotografar!

Se você nunca fez um photoshoot profissional, procure fazer. Tenho certeza de que vai adorar, irá se amar nas fotos e irá querer fazer muitos outros!


~*~