sábado, 17 de fevereiro de 2018

As Mulheres de Fullmetal Alchemist





Embora seja um mangá shonnen, Fullmetal Alchemist é criado por uma mulher ( Hiromu Arakawa),o que otorna um pouco diferente de um shonnen comum. Um desses exemplos são as personagens femininas presentes na série.
Mesmo que elas sejam coadjuvantes, seus atos e participações são cruciais na trama e, ao contrário do que acontece em outras obras shonnen, elas não são fracas ou deixadas de escanteio quando possuem potencial. Na verdade, muitas mulheres de FMA são muito mais "machos" do que certos personagens de outras histórias, deixando claro como o carisma feminino deve ser.
Existe algumas outras personagens mas como suas aparições são escassas e não contribuem de forma
significativa na história, não serão comentadas aqui.
Segue aqui uma pequena análise pessoal sobre estas "meninas superpoderosas".


MECÂNICA WINRY ROCKBEEL




A principal garota da série, Winry agrega em si as mais diversas índoles. É alegre, destemida,
briguenta, companheira, forte, curiosa e simpática. Amiga de infãncia de Ed e Al, não consegue esconder que sente uma paixão pelo Alquimista de Aço. É uma excelente mecânica de automail, inteligente e dedicada ao trabalho, se tornando superior á sua avó. Foi Winry que criou o automail de Ed e por essa razão o agride violentamente quando o rapaz destrói o automail em lutas. Por ter perdido violentamente os pais na guerra de Ishbal, ela aprendeu a superar as dificuldades e mostra sua fragilidade apenas quando Ed e Al estão em perigo. Por ser uma das pessoas especiais para os irmãos, Winry é perseguida pelo exército para servir de refém, ainda que indiretamente.
Graças á sua personalidadee e aparência, Winry conquista facilmente a simpatia de todos. Sem a ajuda dela, Ed dificilmente encontraria forças para se reerguer.


HOMUNCULO LUXÚRIA



A única integrante feminina da equipe de homúnculos, Luxúria carrega, literalmente, o título de "femme fattale". Bonita, sensual, arrogante e extremamente perigosa, ela não mede esforços para alcançar seus objetivos, obedecendo as ordens de seu "pai'. Além de ter controle sobre o homúnculo Gula, é inteligente e sempre procura meios de obter informações conquistando os homens com seus "dotes" ( pobre Havoc). Ao que tudo indica, foi uma das primeiras homúnculos a ser criada e possui imenso orgulho de ser a criatura que é. Luxúria é uma oponente perigosa, com grandes garras cortantes sendo capaz de enfrentar de igual para igual qualquer oponente, até mesmo alquimistas poderosos.
No mangá, sua história foi pouco explorada, ao contrário do anime clássico que, além de mostrar sua origem a tornou uma personagem muito mais importante do que foi no original.


AGENTE MARIA ROSS




Embora sua aparição tenha sido curta, Maria sempre se mostrou uma mulher confiável e honrada, que enfrentou com coragem todas as dificuldades por ter entrado de gaiato numa guerra bizarra. Além de responsável, sabe muito bem se adaptar em circustâncias difíceis ao ponto de ter que ser dada como morta para proteger não apenas a si mas todas as pessoas que lhe são importantes.



VOVÓ PINAKO ROCKBEEL




Apesar de nanica e aparência completamente inofensiva, vovó Pinako é uma mulher forte, que criou sozinha Ed, Al e a neta Winry quando estes mais precisaram. É, além de tudo uma excelente mecânica de automails que sempre convida os amigos a almoçarem em sua casa. Embora não saibamos sobre sua juventude, rumores a apelidaram de "a pantera de Resembool" e conhecendo seu humor afiado, podemos imaginar o por quê.



TENENTE RIZA HAWKEYE


Profissional responsável e dedicada, Riza é a melhor atiradora do exército, tendo uma pontaria
infalível. Mulher de coragem e ideais sólidos, é a pessoa em que Roy Mustang mais confia. E diante disso e também "certas" razões, ambos se tornam uma dupla imbatível. Apesar de ser um soldado altamente treinado e que vivenciou o horror de um campo de batalha, Riza possui um lado extremamente gentil, que fica escondido em sua máscara de severidade. A prova é o carinho que tem por Hayate, um simpático caozinho que adotou.
Assim como Izumi, Riza é uma mulher de duas faces, que sabe separar muito bem sua vida profissional da pessoal. É corajosa e não teme avançar quando preciso, sendo a única capaz de discutir com Mustang e lhe dar broncas quando necessário, fazendo com que ela fique sempre ao seu lado.


ALQUIMISTA MAY CHANG



Não se engane por sua aparência infantil, pois ali reside uma habilidosa alquimista waidanshu. Apesar de ser uma criança, May é uma jovem notável e de personalidade decidida que traz consigo toda a esperança de seu clã. Sempre acompanhada de sua mini-panda, May atravessou sozinha um imenso deserto até chegar á Cidade Central. Ali, ela acredita que encontrará a fórmula para imortalidade e, de quebra, conhecer o alquimista de seus sonhos, Edward Elric ( embora ela tenha uma imagem completamente indúbida do rapaz). Porém, uma artimanha do destino faz May se juntar ao temido Scar, despertando nele um lado compreensivo. Talvez, além de suas fantásticas habilidades de cura, a chinezinha, com sua ingenuidade e alegria, acabe conquistando os outros ao seu redor.
Embora suas habilidades de luta sejam inferiores ás de Ranfan, May possui sua panda que, além de imitar todos os gestos da dona se torna uma criatura agressiva quando necessário.




NINJA RANFAN




Essa sim é uma pessoa que leva ao extremo os princípios de lealdade e perseverança. Criada desde pequena para ser uma guardião da realeza de Xing, leva isso como modo de viver. Além de ser hábil em manipular qualquer tipo de arma e exímia em combates corpo-á-corpo, Ranfan também é capaz de sentir presenças. Apesar de saber controlar muito bem suas emoções, Ranfan possui um lado humano, especialmente quando se trata de seu mestre e protegido, Ling (embora ele não precise tanto disso). Por ele, Ranfan demonstra - além de grande respeito - muita dedicação, colocando a vida dele em primeiro lugar. Jamais contesta suas ordens e preocupa-se com seu bem-estar, lhe devotando um amor incondicional.
Ranfan é o tipo de mulher guerreira em todos os sentidos que coloca o dever acima da própria vontade, estando sempre preparada para qualquer tipo de sacrifício em prol daquele que jurou proteger.


GENERAL OLIVIE MILLA ARMSTRONG




A "impenetrável" Muralha de Briggs é a mulher mais "parruda" da serie. Poderosa e ameaçadora, controla com braço de ferro o pelotão dos mais poderosos e perigosos soldados do mundo de FMA. É respeitada e temida por todos aqueles que a conhecem e carrega a responsabilidade de proteger a fronteira do país contra invasores. Seu quartel-general é um imenso forte construído na grande cordilheira, cercada por um constante e rigoroso inverno. Em seu território, ela deixa bem claro que apenas os mais fortes sobrevivem.
Olivie é o tipo de mulher que dá sua vida parao trabalho. É uma exímia combatente e estrategista, nunca se deixando levar pelas emoções. Apesar de rude e agressiva, possui caráter, amando sua pátria e jamais abandonando os subordinados e, principalmente, seus ideais.


PROFESSORA IZUMI CURTIS


É outra mulher "parruda" da série. A professora (carrasca) dos protagonistas Ed e Al é uma das mais poderosas alquimistas do mundo, além de ser dotada de uma super força descomunal. Por ser contra os ideais do exército, Izumi leva uma típica vida de dona-de-casa, cuidando dos afazeres domésticos e ajudando seu marido ( um homem enorme e ameaçador mas de bom coração) no açougue. Mas ai daquele que perturbar sua paz ou atacar seus dois únicos alunos. Esposa dedicada e treinadora rígida, ela demonstra claramente a dualidade feminina.
Á despeito de sua grande força, Izumi possui uma saúde extremamente frágil, gerada na tentativa de realizar uma transmutação humana mal-sucedida. Apesar de viver dando broncas em Ed e Al, os trata como se fossem seus próprios filhos, sendo uma das pessoas que mais os compreendem.


ROSE



Rose foi uma das primeiras personagens a aparecer na série. E, embora a história dela no mangá e no Brotherhood não seja muito relevante para a trama principal, ela é uma personagem que nos mostra o que o desespero e a solidão podem tornar uma pessoa facilmente ludibriável mas que ao adquirir consciência e força, pode literalmente 'dar a volta por cima" e ser feliz.
Porém, decidi mencioná-la aqui por conta do anime Clássico, onde a história de Rose toma um rumo muito diferente, embasado por uma das compreensões mais dolorosas e chocantes mostradas nesse anime. Durante a guerra civil em Lior, Rose é capturada por militares e levadas sob custódia. Quando ela reaparece na cidade, amparada por fiéis (que a veem como umas espécie de santa) ela está traumatizada, incapaz de falar, coberta por tristeza e com um bebê recém-nascido nos braços. Uma frase de Scar faz com que Ed e o espectador descubra que ela foi violentamente estuprada e torturada pelos militares, engravidando no processo e sendo largada á própria sorte.
Essa verdade chocante nos faz lembrar o lado mais perverso das consequências de uma guerra, abuso de autoridade e a cicatriz na alma dos civis vítimas dela.




MAMÃE TRISHA ELRIC




Foi por amor á essa mulher encantadora e gentil que Ed e Al arriscaram suas vidas e almas para realizar uma transmutação humana e Von Honheenhein desejasse mudar seu destino. As lembranças que todos têm de Trisha é a de uma mãe e esposa dedicada, que compreendia sabiamente os seres que amava, sendo capaz de ocultar sua tristeza e sofrimento para que ninguém se preocupasse com ela, deixando de fazer o que era necessário.
Sim, Trisha era o tipo de pessoa pela qual qualquer um que a amasse se arriscaria a fazer sacrifícios, fosse eles buscar incansavelmente a cura para a imortalidade ou pagar o preço mais doloroso para tentar trazer alguém de volta á vida.

~*~

domingo, 28 de janeiro de 2018

Anime Dreams 2018





E rolou o primeiro evento do ano...não, péra. O primeiro evento na verdade foram dois.
Quê?
É...Anime Dreams e UP ABC aconteceram no mesmo final de semana em SP, o que é aquela sacanagem básica de organização que tem tantos fins de semana diferentes mas resolvem fazer o evento na mesma data que outro. Isso acaba causando a maior dúvida e competição sobre quem vai aonde.
E no fim, ambos eventos tiveram seu público frequentador dividido. Quem tem disposição foi um dia em cada um, mas quem não (como é o caso) teve de optar por apenas um.
Eu optei pelo Dreams por ser mais viável para mim em termos de distância e também por questão do local, que eu gosto bastante.



Foi a primeira vez que fui em um evento na Universidade Cruzeiro do Sul que estivesse tão vazio. Sério, eu me surpreendi com a pouca quantidade de pessoas no evento, muito do espaço quase que completamente vazio, sem aglomeração e tal...e o que eu achei disso?

A-D-O-R-E-I

Sério, foi ótimo poder andar de boas pelo evento, sem ter muvuca, empurra-empurra, aquele calor cheio de gente, corredores lotados, fila pra tudo e pessoas randoom passando atrás na hora da foto. Deu pra passear pelo evento, visitar alguns estandes e ainda garantir fotos maravilhosas Porque o local do AS é ótimo para fotos e estando vazio deu pra aproveitar muitos lugares lá para fotografar.
E o banheiro então? Quando entrei me deparei com um banheiro lindo! Vazio, limpinho e cheiroso! Deu gosto usar para trocar de roupa e colocar o cosplay. Em todos esses anos de eventos, essa foi a primeira vez que me deparei com tal coisa.




Falando em cosplay, usei o meu de CatWoman, um cosplay que havia usado só uma vez em evento faz tempo e umas vez em photoshoot. E dessa vez usei a Miauzinha novamente com grupo de vilãs de Gotham e também realizando um photoshoot (por isso que o  local vazio favoreceu muito as fotos!).
FOi uma delícia usar esse cosplay ainda mais quando consegui deixá-lo um pouco mais sensual com o catsuit novo e valorizando o decote =p.

Curti o dia ao lado de pessoas maravilhosas, de amigas lindas, do meu mozão e do meu amigo fotógrafo que ainda realizou o shoot da Catwoman. Ainda encontrei algumas pessoinhas que queria muito encontrar e conhecendo pessoalmente outras. E por incrível que pareça tinha gente lá que não encontrei.




Mas no geral foi bem gostoso o evento. Acho que passei da época que curtia eventos lotados, gostei muito mais de algo suave. Não sei se o Anime Dreams e outros eventos da Yamato vão sobreviver desse jeito porque pouco público é sempre prejuízo pra organizadores e estandistas. Talvez se o evento não tivesse caído na mesma data que o Up, haveria mais público.

É uma pena que com pouco retorno haja o risco do evento deixar de existir sendo que o local tem uma estrutura bacana (não para eventos muito lotados porque senão fica impossível de andar na área coberta) sem falar da nostalgia de tantos eventos que ocorreram ali. É também um local de fácil acesso (ainda que tenha a alcunha de Alaga Dreams devido ás chuvas de verão rs). Fora que as salas temáticas ficam em salas mesmo, climatizadas, fresquinhas e dentro do prédio.



Enfim, não tenho muito mais o que relatar sobre o evento em si, mas eu gostei e junto com os amigos foi tudo perfeito. Agora pretendo manter o esquema do ano passado, de ir em menos eventos para focar nos ensaios e projetos novos de cosplay. Um já está pronto e logo haverá photoshoot para estrear ele! Estou ansiosa!

Esse ano já começou em uma correria danada e estou correndo o máximo que posso para tentar aproveitar o tempo disponível para ir agilizando as coisas. Vamos ver se consigo trazer mais postagens para o blog e mais vídeos para o canal.
Desejem-me sorte!



~*~

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Retrospectiva Cosplay 2017



Sailor Saturn

E mais um ano que se acaba e outro que está prestes a se iniciar! 
O que foi esse 2017 que passou tão rápido? Para mim esse foi um bom ano, um ano no qual eu procurei manter o foco em algumas coisas que queria e como resultado, pude obter ótimos frutos!


Vincent e Re-L de Ergo Proxy


Parando agora para pensar, embora ainda muita coisa eu não tenha conseguido fazer e/pu concluir, procuro focar naquilo que consegui obter, adiantar ou mesmo colocar em alguma direção. Provavelmente para o novo ano que se inicia eu mantenha o foco, desvie um pouco do foco (rs) e encontre mais focos.
Mas acredito que esse ano consegui procrastinar menos e, embora não tenha avançado muito nos meus projetos literários, avancei em outros.


Viúva-Negra


O principal, obviamente, é no que se refere aos cosplays, especificamente aos photoshoots cosplays.
Sem zoeira, eu fiz cerca de 17 photoshoots!! Abrir mão de grande parte dos eventos se mostrou muito mais compensador , pois pude focar nos ensaios e o resultado foi simplesmente incrível!
Além de ser uma delícia de se fazer, o photoshoot cansa menos e garante fotos maravilhosas! É um investimento que realmente vale á pena e muitas vezes você se diverte mais nele do que em alguns eventos.


Cruello e Cruella Devil

Em se tratando de cosplay, esse ano acabei fazendo 9 projetos novos. Dois deles não tive tempo nem local de fazer um ensaio ainda, mas pretendo fazer isso em 2018. Foi um ano em que indiretamente acabei focando em cosplays femininos (fiz apenas 2 masculinos e um é bem aviadado então não sei se conta rs) mas até gostei pois pude realizar dois desejos meus de cosplay, que era fazer a Emma Frost de X-Men e a Sailor Saturno.
Este dois foram cosplays cujo resultado surpreendeu até a mim mesma e me orgulho muito por isso, por ter me dedicado em conseguir fazer o melhor possível para obter um bom resultado no cosplay e o retorno da galera sobre eles foi super positivo.


Mulher-Gato


Este ano fui apenas em 4 eventos: Festival do Japão, To-Sa Matsuri, Jundcomix e Ressaca Friends. Essa diminuição de eventos foi super benéfica para mim, pois além de ter sobrado grana para ensaios, os eventos que escolhi ir acabaram que super compensaram e me trouxeram um retorno mega positivo. Em todos eles encontrei gente legal, fiz novas amizades e contatos e também pude fazer fotos maravilhosas (no JundComix rolou 2 photoshoots no evento XD). 
Ainda, creio, "dei sorte" de ter ido em eventos que estavam bons (o Ressaca estava com a estrutura meio meh, mas ainda assim dava pra curtir o evento). Isso me incentiva em 2018 continuar indo bem pouco em eventos e escolher bem os que vou.


Howl e Sophie de Castelo Animado


Tive também, ao longo desse ano, um retorno bacana sobre meus cosplays e até mesmo no vídeo do meu canal. Inclusive comecei a ser colunista do site Cultura Cosplay na parte de...cosplays! E meio cosplay no geral.
 Agradeço imensamente á todos que acompanham meus trabalhos com cosplay, as amizades e contatos que fui fazendo, aos elogios e incentivos. É isso que me motiva a permanecer e continuar nesse meio, procurando me aperfeiçoar sempre e tentar fazer o meu melhor.

Emma Frost


E já que entramos na parte de agradecimentos, tenho uma pequena (ou nem tanto) listinha de pessoas que esse ano foram importantes:
Ao meu mozão Allan, as minhas best migas Hime, Lari, Peefe, Yara...as migas Carol, Line, Nath, Lita, Su, Aricia, Agatha, Telma, Lesly, Paulitchas, Nay, Criska, aos migos Marcello, Roger, Douglas, Rapha, Thi, Rod, Edson, Renan (primoso!), André, João Paulo, Alê (com a nossa parceria na Cospositivismo) e mais tantas pessoinhas queridas!
E aos fotógrafos incríveis com os quais pude fotografar esse ano, realizando shoots lindos (Roger, Douglas, Dolci, Feitoza, Bomjardim, André King, Raíssa, Kato, Lucas, Marroni...que em 2018 venham mais ensaios!


Ryuko e Satsuki - Kill la Kill


Agora, na parte de criação, fiz bons avanços artesanais. Desde que comecei a mexer com artesanato para fazer acessórios para meus cosplays, fui e estou evoluindo aos poucos. Para quem não sabia mexer com nada, eu agora estou até me virando bem. Acho que meus maiores progressos foram fazer o equipamento DMT (de Shingeki no Kyojin) totalmente sozinha (nem acredito!) e a customização das roupas das minhas duas versões do cosplay do Yurio (de Yuri on Ice). Nesse, eu não acredito que consegui customizar toda a roupa dele de apresentação no gelo, justamente a que quase ninguém faz, por conta das poucas referências!
 Ainda não consegui usá-la para um ensaio, mas em 2018 hei de conseguir! Foi algo que jamais pensei que poderia fazer mas com perseverança, incentivo das migas e coragem, eu consegui.
E isso me motivou muito a continuar tentando fazer cada vez mais coisas. Tenho em mente um projeto ousado pra 2018 no qual quero tentar fazer a roupa...espero conseguir!


Alice in Wonderland


Infelizmente, na parte dos projetos literários deixem a desejar. Mas acho que fica meio dificil conseguir se focar em várias coisas ao mesmo tempo: acabei tendo que escolher priorizar algumas e optei pelos cosplays. Entretanto, minha mente continua fervilhando constantemente com ideias para histórias novas (socorro! não dou conta nem do pouco que está pendente!) e espero poder, em 2018, terminar a fanfic do Cruello, focar em um projeto em dupla e tentar (mais uma vez) focar em algo original. Mesmo que eu não conclua nada, pelo menos gostaria de deixar algo meio encaminhado e não abandonar no meio do processo, como vivo fazendo.


Logan e X-23


Falando em projetos, tenho intenção de iniciar um (não relacionado com escrita e nem cosplay). Mas como é algo diferente, estou ainda pesquisando bem material e etc por isso não tenho como adiantar muita coisa. Mas é algo que tenho vontade e como já trabalhei um pouco com isso, pretendo retomar mas com outros produtos. Então...desejem-me sorte!
Se tudo der certo, assim que tiver boa parte ajeitada, já irei divulgar pelas redes sociais. Afinal,  parado com essa crise não dá pra ficar hehehe. Mas como quero fazer algo bem legal, estou procurando me organizar da melhor forma possível.


Sesshomaru e Rin


Mesmo antes do ano acabar, já comecei a programar e dar os primeiros passos para os meus projetos cosplay em 2018. Não sei se conseguirei concluir todos (meio dificil) mas tem alguns que quero muito conseguir realizar e vou trabalhar e me esforçar para isso. Se tudo der certo, será o ano de cosplays de filmes. \o/
Estou bem empolgada para começar a receber e fazer as coisas de cada um deles e ainda mais ansiosa para conseguir finalizá-los e revelar quais são. Vai vir coisa bem legal!


Androide 17


Ainda na retrospectiva desse ano, várias coisas boas foram acontecendo na minha vida e também reservei um tempinho para estudar por conta. Ainda estou nas luta contra a procrastinação para me focar em estudar um idioma. Ao contrário de outras coisas, sou meio ruim para focar nisso, mas estou tentando!
Em contrapartida, vou estudando temas que realmente curto e que podem vir a ser utéis para meus projetos literários no futuro. Na verdade sou do pensamento de que tudo que aprendemos é útil porque conhecimento nunca é demais e acaba sendo um diferencial tanto pessoal quanto profissionalmente.


Yuri e Otabek - Yuri on Ice


Em 2017, não consegui fazer tudo o que eu queria, mas conseguia fazer várias coisas que queria. Algumas coisas não aconteceram e outras que eu nem imaginava, aconteceram. Ainda estou, dia após dia, tentando ser uma pessoa melhor e procurando aprender algo. Evolução constante é a definição.
Claro, também tenho alguns problemas na vida (quem não tem?) mas procuro tentar lidar com eles "em off" ou com ajuda de pessoas mais próximas. Acho que isso é importante porque, por mais que precisemos cuidar de algumas coisas nós mesmos, ás vezes não há mal algum em pedir e aceitar ajuda dos outros também.
Aliás, agradeço á todos aqueles que confiaram em mim e os quais eu pude ajudar de alguma forma. Eu gosto de ajudar pessoas que eu tenho consideração e que sei do caráter e fico muito feliz em saber  que pude ser útil e que as pessoas retribuem a essa consideração. Vocês moram no meu coração já ^^


Hit-Girl


Para fechar o ano de 2017 com chave de ouro eu e minhas amigas realizamos um sonho cosplay nosso, que era  montar um grupo completo de Sailor Moon!
Esse é o tipo de grupo muito dificil de conseguir completo...mas não apenas eu mas todas as integrantes nos esforçamos, corremos, nos dedicamos e fizemos o nosso melhor e o resultado foi fantástico! Um grupo unido, um grupo formoso, um grupo bem feito! Usamos no Ressaca Friends, tendo um retorno mega positivo. fizemos fotos maravilhosas e já estamos marcando um ensaio para 2018! Porque não é apenas um grupo de cosplay: é um grupo de cosplay com as migas, o que o torna ainda melhor!


Sailor Moon - grupo


2017 para mim foi um bom ano mesmo. Um ano repleto de realizações, reconhecimento, pessoas incríveis e compensações fazendo aquilo que eu gosto. Agora é aguardar 2018, continuar fazendo as listas de projetos, focar neles e continuar me aperfeiçoando! Que 2018 seja um ano melhor do que 2017 foi, mas com tudo de bom quer 2017 teve.

Espero poder fazer um bom trabalho no Cultura Cosplay, no meu canal, nos meus projetos da vida (mal conclui o grupo de Sailor Moon, já tenho mais 2 grupos grandes para focar ano que vem, além de reunir novamente a tropa de Shingeki no Kyojin), os ensaios (tem ensaio pendente desse ano que está indo =p) e também os novos cosplays que quero fazer.


Julia - Cowboy Bebop



Ainda finalizei o ano passando a virada com amigos maravilhosos em clima de muita amizade, parceria, zoeira e tudo que há de bom! Obrigada á todos os lindos e lindas que estiveram comigo este ano, me animando, me apoiando e tornando esse ano que passou, um ano incrível!


Mas vamos que vamos, levando a vida e esperando para ver o que 2018 aguarda!


Mikasa Ackerman


Photos by:



~*~