sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Nostalgia da Interwebs - parte 1





Que os anos 1998 até 2010 foram os anos áureos da internet, não temos dúvidas.
As coisas eram muito diferentes do que é agora. Não havia a facilidade que temos hoje, a velocidade que temos hoje, as redes sociais que temos hoje e os celulares que temos hoje.
Tudo era muito mais limitado mas achávamos maravilhoso.

Ah, só quem viveu sabe!
E exatamente por isso, eu resolvi fazer uma listagem aqui de algumas coisas memoráveis dessa época, onde a internet era um campo vasto e novo, com coisas obsoletas hoje mas que na época eram o auge da tecnologia cibernética.
Como o artigo ficou bem grande, vou dividi-lo em partes então, nobre nostálgico(a) então se prepare, tire as capas de plástico do seu pc branco encardido e bora acessar seu Windows 98 ou Windows XP  (porque ninguém gostava do Windows 2000) para curtir da apresentação maravilhosa em Flash desse túnel do tempo.


DISCADOR




Você ai que reclama da velocidade da sua internet é porque nunca teve de viver a Internet Discada.
Naquela época era preciso de Discador aí pra conseguir acessar e não era sempre que se conseguia. Mesmo com o surgimento da louvada Banda Larga, os discadores ainda eram necessários.
Como era relacionado á linha telefônica, todo mundo tomou bronca por ter ficado tempo demais na net e assim não apenas impedindo que os outros pudessem usar o telefone (que ficava ocupado) mas aumentando o valor da conta.
 Sites e blogs cheios de frescura demoravam pra carregar (e a mesma galera que demorava da lentidão era a mesma que atulhava seus blogs de coisa pra demorar o carregamento), baixar uma música? Vixe, se prepare pra baixar durante horas por um mísero MP3.
Vídeos? Uma tecnologia raramente usada, o máximo eram animações em flash. Até imagem dependendo do tamanho, abria por partes. Não era fácil viver com internet discada



o barulho inesquecível da conexão


MSN - Messenger

Já vou começar com esse aqui que era um programa INDISPENSÁVEL á todo mundo que curtia ficar na internet e conversar com o povo. MSN era o máximo de interação virtual nesses anos vindouros. Adicionar geral, criar aquele nick com letras diferenciadas, emoticons, postar uma frase ao lado do nick como uma indireta pro crush ou pro amigo ou uma frase de música era algo recorrente. Tinha gente do colégio, da facul, amigo conhecido pela net... e com as atualizações do programa você podia ativar o que estava ouvindo para aparecer embaixo do seu nick e até mesmo jogar um dos games que o programa tinha, com um amigo. Além da opção de aparecer Online, Offline, Ocupado, etc.
Através do MSN você podia também enviar aquela MP3 daquela banda alternativa pro seu amigo, mesmo que o arquivo demorasse horas pra baixar.
Para quem possuía uma webcan (auge da época) e uma boa conexão, era possível fazer as chamadas de vídeo. E por falar em chamada, o MSN tinha um recurso que, se a pessoa não estava te dando atenção, você podia usar o botão "Chamar Atenção" (isso mesmo) que fazia a tela do outro tremer e emitir um som alto.E toda vez que alguém entrava, surgia uma janelinha no canto do seu pc dizendo "Fulano acabou de entrar" (se fosse o crush ou a cremosa, coração até palpitava).
O MSN foi, sem dúvidas, um dos aplicativos de troca de mensagens mais populares e queridos. Ah, quem viveu sabe.



Ostentação era ter um msn cheio de contatinhos assim


Antes do MSN, porém, um outro aplicativo de troca de mensagens foi muito popular: o ICQ.
Diferente do MSN no qual você entrava com seu endereço de e-mail do Hotmail, o ICQ era através de um número como se fosse um telefone. Ele era bem limitado mas tinha o inconfundível barulhinho do "Ho-Oh" quando você recebia uma mensagem.




E-Mails e Sites de Busca

Antigamente, as pessoas escreviam e-mails pra trocar ideais e passar arquivos. Não era como hoje em dia que tudo pode ser feito pelo WhatsApp. E havia trocentos sites que ofereciam serviços de email grátis. Bol, Uol, Globo, Ig, Hotmail, Zipmail. Inclusive, até hoje eu tenho meu e-mail do Bol :v . Queria enviar uma foto pro crush/cremosa que conheceu no Bate-Papo do Uol enquanto buscava o amor Verdadeiro? Tinha que mandar a foto por e-mail. E pra conseguir fazer isso em uma época que câmera digital era raro, tinha que pegar aquela foto antiga, passar no scanner e enviar como Arquivo em Anexo.
No e-mail é que você também recebia aquelas mensagens motivacionais em PowerPoint que sua tia repassava pra família inteira ou receber supostos arquivos em vídeo que muitas vezes se revelavam vírus (e você não tinha um anti virus muito eficaz).

Se hoje o Google é o Deus Onipresente e Onisciente da internet, no passado não era assim. Entre os buscadores mais usados estavam o Yahoo e um tal de C@de.
Tinha trabalho da escola pra fazer? Se o professor liberava pra poder usar a internet, lá ia fazer pesquisa nos sites jurássicos com um monte de conteúdo pra copiar, jogar no Word, mudar algumas coisas, fazer a capa em WordArt e imprimir.


 


Sites para se Passar Horas

Havia vários sites nacionais para se passar o tempo e geral conferia toda semana as novidades (porque devido á net discada, só se podia acessar a internet aos fins de semana ou quando a família saía e o computador ficava sem supervisão). Vídeos? Não existia isso na época, o máximo que você assistia era as animações em Flash do Mundo Canibal (Havaiana de Pau!), do Charges.com, Tobby Entrevista e por ai vai.
O uso de imagens nos sites era mais limitado principalmente por conta do tempo de carregamento então os portais de notícias mais pareciam um jornal de classificados (na real, nessa época as pessoas liam muito mais do que hoje).
Muitos sites faziam sucesso, como o Assustador.com, o Jovem Nerd (com suas memoráveis e hilárias Versões Resumidas de filmes), além dos sites feitos de fãs para fãs. Alguns com bastante conteúdo chegavam a serem bem populares (era o "boom" dos animes no Brasil na tv aberta, então imaginem...)



  


Adendo para esse site que todas as meninas adoravam: DOLLS!
Onde você podia pegar um monte de dollzinhas de vários tipos, personagens, etc pra lotar seu blog ou site adolescente tr00 goth ou otaka kawaii. O mais surpreendente é que o site existe até hoje! E todas as dollzinhas continuam lá!

 



Crie seu Próprio Site Incrível no Geocities!

Mas se você queria criar seu próprio site de fã para colocar suas coisas, também era possível. E isso acontecia muito! Nessa década os sites amadores de variedades bombavam, principalmente de anime.
Como não havia opção de interatividade de vídeos (normalmente o máximo que você tinha era música de fundo no formato Midi bem vagabunda) o pessoal procurava compensar fazendo textos sobre a obra (rolava até narrativa do episódio) e informações conseguidas sabe-se onde. (eu digo, galera lia muito mais antes). Fora que havia também muitas, mas muitas fanfics de tudo que é tipo e tinha gente que montava um site só pra postar suas histórias. (incluindo aquela que vos escreve).



 
Tinha site de tudo na época e alguns eram usados até como uma espécie de blog 



Naquela época, havia sites que ofereciam hospedagem gratuita e a opção de upar seus arquivos via FTP. Esses sites ainda possuíam passo á passo de como você criar seu site (o Geocities tinha uma opção que você podia montar seu site direto do programinha deles e a bagaça demorava pacas para carregar dependendo do que você tinha colocado). E a galera amava entulhar o site com gifs animados. Depois, com o surgimento do Flash, galera começou a fazer ENTRADA PARA O SITE e a poha do Flash nunca carregava.


Quando o HPG deixou de existir, muito site  bacana se foi junto. E o do VilaBol continha poucos recursos mas era prático.


Geocities era o mais usado sempre.


Se você queria fazer um site com uma interface mais, digamos, "profissa" tinha opção de alguns softwares gratuitos onde você montava os sites (inicialmente com ajuda de tabelas e posteriormente a linguagem CSS integrada ao HTML facilitou muito o desenvolvimento de um layout mais agradável). O Pacote Office tinha na época o FrontPage para criação de sites. E outras opções eram uns softwares que você encontrava em cds de revistas de informática ou mesmo comprar aquelas revistinhas super marotas no jornaleiro, que te passava a ilusão de que continha tudo para você fazer aquele site mega-ultra-master-foda de Pokémon e de Tíbia que você tanto queria.
Nessa época o termo Webmaster era muito utilizado pra galera que montava seus sitezinhos e Home Page era uma constante nos nomes dos sites.



 
Seja você também um grande webmaster e crie sites de sucesso!



Bate-Papo do Uol e Fóruns de Discussão

Quem naquela época nunca entrou no Chat do Uol para encontrar o amor verdadeiro? Ou para conseguir trocar uma conversa de putaria? (porque naquela época não tinha isso de nude, se tivesse uma can até poderia ver alguma coisa) Ou entrar lá com o nick @tesao25cm/ @gatinhamelosa para trollar alguém enquanto os pais diziam pra tomar cuidado com amizades na internet que poderiam ser seriais killers tentando te seduzir pra te matar.
Se a conversa fluía, ia pro privado e ás vezes era necessários dias/semanas combinando de entrar no chat no mesmo horário para então ver se rolava de marcar um encontro pessoalmente em algum lugar público (e aí você ia disfarçado(a) no dia pra ver se a pessoa era aquilo que ela dizia, porque se não fosse você ia embora pra sempre).


Só conversa de qualidade


Antes do surgimento do orkut, os fóruns de discussão eram o "point" da galera para trocar ideias, informações e também brigar, na internet. Havia muitos fóruns, praticamente todo site grande acabava tendo um. Nos fóruns você criava seu perfil (nada de foto, era uma imagem de personagem mesmo) com uma assinatura normalmente super rebuscada com direito a uma imagem personalizada (ou em gif animado). Mutos fóruns eram divididos em diversas categorias e em cada uma havia vários tópicos. Alguns fóruns tornaram memoráveis. Eu particularmente lembro de dois que acessava muito: o Fanfic Brasil e o Carcasse.
Inclusive galera costumava marcar encontros de geral do fórum em determinado evento e você finalmente conhecia aquele seu amigo virtual com quem você passava horas conversando. Eu mesma lembro do fórum de Fanfics Brasil que se reuniu no terceiro Anime Friends, com direito á uma placa gigante pra galera se localizar.


 



Winamp, Media Player e Horas por uma MP3

Fazer downloads nessa época não era fácil. Com a net discada, mesmo a Banda Larga era lenta e para conseguir uma mísera MP3 você levava horas. Um CD completo então...já era difícil pra achar e demorava muito, então você baixava uma por uma as músicas. E tinha que torcer para a conexão não cair senão você tinha que baixar tudo de novo.


Não demorava tanto assim mas só pra saber que não era fácil


Como não havia Youtube e nem Spotify, você tinha que ouvir as músicas em programas como o Winamp, que era ótimo e ainda tinha a opção de personalizar o fundo.
O Media Player era o mais popular e enquanto a música tocava e vinha com o adicional de poder gravar cds com as músicas que você baixou (mas antes tinha de lembrar de baixar ou converter em .Wav ou outro formato porque o MP3 não ia rodar nos aparelhos de som que todos tinham na época). Bastava ter um gravador de cd no seu pc e você se sentia o tal por fazer cópias dos cds com músicas daquela banda que você e sua galera curtiam. (e ainda fazia umas artes bem louca com canetinha em cima do cd).




A melhor coisa do Winamp é que ele tinha opção de personalizar o fundo

Media Player - auge por gravar cds



 Quando a internet discada foi superada pela louvada Banda Larga, as coisas ficaram ainda melhores.  Ainda era uma net lenta para downloads, mas pelo que tinhamos antes era um tremendo avanço.
Assim, começaram a surgir os programas que faziam milagres e permitiam que você baixasse as músicas. Entre os mais populares  estavam o Emule, Kazaa, Limewire... eles funcionavam de forma semelhante ao Torrent: mas lá você colocava no campo da busca o que procurava e aparecia tudo que tinha relacionado. Muita gente upava arquivos e aí ficava disponível para download.
Era preciso baixar música por música e algumas eram bem difíceis de conseguir. Ou se tinha música com o mesmo nome mas que eram diferentes você corria o risco de baixar a música errada. Mas diferente dos downloads de antes nesse, pelo menos, se sua net desconectasse, o programa continuava baixando quando a net voltasse e você abrisse o programa. Acontecia de determinada música não ter ninguém ali compartilhando pra você conseguir baixar e só restava torcer para que uma hora isso acontecesse.


Kazaa e Emule: muitas músicas e altos vírus - mas sempre valia a pena no final


 Por enquanto, chegou a hora de parar aqui. A internet tem que ser desligada porque sua mãe precisa usar o telefone pra falar com sua vó. 
Mas logo teremos a parte 2 desse artigo com muito mais coisas nostálgicas dessa época. Tira o disquete do leitor e hora de sair desse computador. E não esqueça de cobri-lo com as capas para não pegar pó.

Haverá a segunda parte dessa sessão nostalgia muito em breve, fiquem atentos!




~*~

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Gente una chuva de nostalgia esse post! Essa das dolls...como eu adorava enfeitar meu blog com doll kkkkk!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu tambem curtia! As dolls eram uma gracinha, sempre entrava no site pra ver se tinha nova. As góticas eram minhas preferidas mas as de anime ficavam bem legais também

      Excluir
  2. Ahhh...já ia esquecendo de mencionar o Winamp...altos rocks ouvia nele kkkk!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Winamp era o melhor reprodutor de música pra sempre! Dava pra personalizar os templates hehehe

      Excluir
  3. Saudades demais desse tempo
    Das pessoas que conheci e perdi contato
    Da até tristeza lembrar que esse tempo não volta mais

    Tentei comentar com a conta do Google, mas não lembrei a senha kkk

    Ass: Assis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah verdade né?
      Eu ainda tenho contato com algumas pessoas dessa época.
      Mas muitas perderam-se por aí XD
      O que eu mais gostava era o auge da blogosfera.

      Excluir
  4. Que beleza de recorte.
    Ah, como me lembro da internet discada e das raivas que passava, quando não conectava e aquele som tenebrosos e a gente fazendo promessas para o sucesso.
    Os downloads eram um terror mesmo aquela pastinha preguiçosa voando.
    Um abraço e gostei de vir aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah fico feliz que tenha gostado do artigo! A segunda parte dele já está disponível no blog também, com ainda mais nostalgia!
      Haha sim, o som da internet discada depois da meia noite pra ser mais barato. Era conectar que a diversão começava XD

      Excluir