quarta-feira, 5 de abril de 2017

Bora Estudar?





Olá, cremosos e cremosas! =p
Como tem passado? Faz quase um mês que não atualizo isso aqui, caramba!
Mas é que é tanta coisa vai acontecendo, tanta correria, prioridades e etc que o blog acaba ficando meio de lado. Mas em contrapartida, estou ativa em outras coisas (ok, isso soou meio estranho) e procurando me focar nisso.
Inclusive estou estudando um pouco por conta própria algumas coisas e é sobre esse hábito de estudar que pretendo falar um pouco aqui.

Estudar é importante, tanto para o nosso crescimento profissional quanto pessoal. Conhecimento e aprendizado em qualquer área nunca é demais e só nos agrega coisas positivas. Não vou me ater aqui a falar da importância de estudar, se especializar e etc. Isso é algo presente em qualquer tipo de veículos de comunicação aos montes e todos nós sabemos bem. Vou falar aqui um pouco sobre como desenvolver um ritmo de estudos, para nos focarmos e não procrastinarmos tanto.



Com a internet, a possibilidade de aprendermos coisas novas é colossal. Basta querer, se dedicar e saber onde procurar. É preciso ter paciência também e se programar. Digo isso porque é o que estou tentando fazer ultimamente. Quero aprender mais coisas de determinadas áreas mas não quero pagar um curso para isso, pelo menos por enquanto. Mas assim como a internet é um paraíso para conseguirmos aprender e estudar, ela também é uma das armas mais eficazes para desviar nossa atenção e monopolizar nosso foco de coisas realmente úteis para coisas banais. Quantos de nós (eu estou inclusa também) já perdemos horas valiosas que poderíamos estar produzindo ou aprendendo algo e acabamos ficando no facebook, rolando a timeline, comentando em posts e papeando? E o mesmo vale para o WhatsApp. Não que isso seja ruim mas é importante tentarmos sempre lutar para que isso não tome um tempo excessivo que tenhamos disponível.

Então eu estou procurando me focar e me dedicar em estudos e prática de coisas produtivas, aproveitando um tempo disponível que tenho mediante á uma acalmada no meu ritmo de trabalho. De uns tempos pra cá procurando me focar em estudar e aprender, consegui fazer avanços que apreciei mas ainda tenho um longo caminho para realizar e concluir isso exatamente do jeito que eu quero. E eu luto todos os dias contra a procrastinação e também na administração do tempo. Tento levar como foco o lance de que "posso aprender novas coisas de graça e assim me aperfeiçoar economizando". E eu acredito que essa postura deveria ser tomada por todos aqueles que querem aprender.



Ao longo desse artigo, você poderá ver nas imagens algumas dicas para facilitar o foco nos estudos. Achei elas no site ESTUDAR E APRENDER , que é um site ótimo feito pelo professor Piccini que visa ajudar e oferecer dicas para todos aqueles que querem se focar nos estudos (seja para concursos, faculdades, trabalho, hobby e etc). As dicas são valiosas e eu recomendo muito que acessem para complementar mais ainda todo o esquema que você pretende fazer para criar um ritmo de estudos realmente eficaz e produtivo.

É importante que você esteja disposto a estudar e que estude aquilo que gosta ou tem interesse. Não adianta você tentar estudar algo que deteste. Pode até aprender, mas todo o processo será exaustivo e até mais demorado para memorizar porque não é algo que você realmente sinta prazer fazendo ou querendo aprender. Por exemplo: eu detesto matemática e se eu tiver que estudar, não vou estudar com vontade e por consequência vou me estressar e isso fará com que eu demore mais para aprender ou até mesmo não aprenda. Já se eu gosto de estudar história, vou me focar mais facilmente e conseguirei aprender mais rápido.
Claro que ás vezes dependendo do que temos de aprender, acabamos tendo que estudar algo que não gostamos muito MAS se temos a liberdade de estudar algo por conta própria como autodidatas, então vamos estudar aquilo que realmente estamos com vontade de conhecer e aprender. Faça isso e verá como vai aprender bem mais rápido e fácil.



As dicas do site são valiosas e algumas eu já seguia e  outras pretendo seguir. Um detalhe importante que saliento é que nunca devemos tentar estudar quando estamos cansados e estressados porque aí o foco será menor e iremos nos distrair mais facilmente. E também não é bom estudar com sono...não adianta, você vai pensar só em dormir e o que absorver vai se dispersar rapidamente.  Claro, ás vezes é inevitável diante da correria do dia á dia mas é importante na hora dos estudos, estarmos quase que inteiramente focados neles. Seja no estudo teórico, seja no estudo prático.

Acho que a partir do momento que percebemos que não estamos conseguindo nos concentrar, aprender ou fazer determinada coisa, devemos dar uma pausa. Algum tempo pra relaxar, tirar uma soneca, caminhar, ler ou assistir algo que se distraia e depois retomar. Não é recomendável perdermos muito tempo e deixar os estudos de lado. Estudar um pouco todos os dias durante a semana é bom e no final de semana podemos permitir não fazer isso á fim de relaxarmos e nos distrairmos com outras coisas. Porque só focar no estudo não é garantia de que irá atingir o resultado que busca. Não caia nessa! Estude e se dedique mas não deixe de viver e se divertir também. Dá pra conciliar tudo se você souber se programar.




Mas, como se programar e se focar nos estudos diante dessa correria e tantas distrações? Bom, é preciso ter foco e disciplina. Parecem coisas fáceis mas não são. Mesmo assim é possível tê-las se você acreditar em si e manter em mente seus objetivos a serem alcançados e como os estudos de determinada coisa (ou coisas) poderão lhe abrir caminhos para alcançar o que almeja seja a longo, médio ou curto prazo. Aqui eu listo algumas coisas que eu tento manter para me focar e que ajudam. Outros, são itens que pretendo agregar a fim de facilitar minha concentração e abolir minha procrastinação.

- Tenha em mente o que quer estudar. Se está iniciando estudos ou curso de forma autodidata, procure sempre por algo que goste e algo que você se identifique e que realmente tenha vontade de aprender.

- Discipline-se. Organize dias e horas para focar nisso., Nesse momento abra mão das redes sociais e outras distrações, foque-se no que precisa aprender e fazer.

- Não tente fazer tudo ao mesmo tempo. Faça uma lista do que precisa estudar e vá tentando estudar uma coisa por vez. Estudar várias coisas ao mesmo tempo podem acabar te confundindo e não absorvendo nada de forma plenamente satisfatória. Você pode optar por estudar  uma coisa por dia em dias da semana escolhidos (pretendo começar a fazer isso e acredito que será eficaz).




- Embora hoje em dia com o computador salvar os arquivos e imprimir eles em uma apostila seja algo super prático e menos cansativo, na verdade não é o suficiente para se absorver totalmente o que é aprendido. Além de praticar, dependendo do que você estudar é bom escrever isso no papel,caderno, etc. É mais cansativo e consome mais tempo? Sim. Mas como isso exige mais concentração do cérebro, acaba facilitando para absorver melhor o que é aprendido. Fora que você ainda treina sua escrita (porque convenhamos..o tanto de gente que escreve garranchos ilegíveis aumenta á cada dia).

- Não se sobrecarregue mas também não abandone. A prática e o estudo constante ajudam no aprendizado mas exigir demais isso de uma vez acaba criando resultados negativos. O importante não é decorar; o importante é aprender.

- Defina qual é a melhor forma para estudar e aprender. Embora cada um sugira uma coisa, é importante você encontrar seu horário e seu ritmo. O importante é tentar não abandonar e não perder o foco. Cobre-se, mas não cobre-se demais. Saiba dosar tudo e nunca se desvalorize.

Claro que existe muitas outras dicas mas acho que inicialmente isso seria o suficiente para você começar a estudar algo. O tempo passa muito rápido então tente deixar esse tempo o mais produtivo possível para você. Recomendo que visitem o site Estudar e Aprender que poderá ajudar muito para que você  tenha o melhor aproveitamento possível do que deseja estudar!

~*~


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário